Achados patológicos na Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo na COVID-19

Publicado em novembro de 2020 na Respiratory Medicine pelo grupo do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina Ribeirão Preto (FMRP), o artigo traz conceitos patológicos da Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) na COVID-19.

Como resultado de uma cascata fisiopatológica complexa, o padrão histopatológico clássico da SDRA na COVID-19 é o Dano Alveolar Difuso (DAD), que pode ser dividido em duas fases:

  1. Exsudativa: primeiros dez dias da infecção viral, caracterizada pela formação de membrana hialina com extravazamento de plasma para o espaço alveolar, extravazamento capilar na membrana alveolo-arterial e importante infiltrado inflamatório no espaço alveolar.
  2. Proliferativa: proliferação de fibroboastos e miofibroblastos que podem evoluir com Pneumonia em Organização (PO) com subsequente deposição de matriz extracelular, evoluindo com achados sugestivos de fibrose pulmonar.

Uma observação importante é que os estágios não ocorrem sequencialmente mas simultaneamente, cursando com diferentes estágios da doença em topografias pulmonares distintas.

Batah SS, Fabro AT. Pulmonary pathology of ARDS in COVID-19: A pathological review for clinicians. Respir Med. 2021 Jan;176:106239. doi: 10.1016/j.rmed.2020.106239. Epub 2020 Nov 19. PMID: 33246294; PMCID: PMC7674971.

Link: https://www.resmedjournal.com/action/showPdf?pii=S0954-6111%2820%2930379-6

Comments are closed.